Não Arranque Esta Planta do Seu Quintal - Ela é Um Poderoso Calmante e Analgésico Natural


A natureza é a melhor farmácia. 

Ela não só tem a cura para diversas doenças, sem o prejuízo dos efeitos colaterais, como também fornece nutrientes incríveis que fortalecem nossa imunidade, com a infusão de plantas especiais, por exemplo, podemos reduzir inflamações, aliviar sintomas e prevenir muitos problemas de saúde.

Nesta matéria, mostraremos algumas maneiras de combater dores musculares, fadiga, dor na cabeça e muitas outras complicações.

A responsável por tudo isso é uma planta que normalmente cresce em quintais.

Seu nome é alface-selvagem (Lactuca virosa), também conhecida como alface-silvestre, alface-brava, alface-espinhosa, alface-de-ópio e alface-amarga

Ela é uma planta tão poderosa que:

- Serve como sedativo natural

- Acalma os nervos

- Combate insônia

- Trata indigestão

- Reduz os níveis de estresse

- Combate ansiedade

- Trata problemas respiratórios

- Combate espasmos e cãibras

- Alivia dores

Os herbalistas são fãs da alface selvagem graças às propriedades e nutrientes que ela contém.

Tudo o que precisamos fazer é beber um chá dessa planta:

  • ferva um litro de água e adicione uma colhe (sopa) da folha picada.
  • Em pouco tempo, o corpo começa a sentir os efeitos extraordinários.

Se sua maior dificuldade é para dormir, além da infusão, recomendamos:

- Deitar longe do celular, pois as ondas e as luzes são capazes de nos agitar ainda mais.

- Criar uma rotina de sono, como tomar um banho morno, escovar os dentes e colocar o pijama.

- Separar o local de trabalho do local de descanso.

- Comer alimentos leves durante o jantar, a fim de não causar refluxo ou indigestão, pois isso impede uma boa noite de sono.

- Fugir de bebidas energéticas ou que contenham cafeína, que agitam nosso sistema nervoso.

Contraindicações: o látex da planta pode causar irritação se entrar em contato com os olhos.

A alface-selvagem contém substâncias que podem causar reações alérgicas graves.

É raro, mas pode acontecer em pessoas alérgicas a essas substâncias.

Grávidas também não devem consumir o chá desta planta.

FONTE:

Cura pela Natureza

LEIA MAIS IMPRIMIR ou SALVAR COMPARTILHAR ou SALVAR SALVAR PDF